-->

[RESENHA] O Dragão de Gelo, de George R. R. Martin

O Dragão de Gelo é o primeiro livro infantil do mestre Martin e claro que não pude deixar a oportunidade de lê-lo passar. Como é de se imaginar para quem já conhece o trabalho do autor (se você não conhece, corre que você tá mais atrasado que o coelho da Alice) o livro é mais um daqueles infantis que também cai como uma luva para o público adulto. Sem deixar faltar a presença de muitos dragões, inverno intenso e sangue - os elementos essênciais do mundo criado, a princípio, para a série As Crônicas de Gelo e Fogo.

Adara é uma menininha que nasceu durante o longo e intenso inverno, que acabou levando sua mãe embora e instalando o frio no coração da recém nascida. Ao contrário de sua irmã e seu irmão, a garotinha só recebia a atenção e abraços do pai durante o inverno, mas sempre acompanhados de lágrimas. O verão para ela era uma longa e quente espera até a época repleta de branco, na qual podia construir castelos de neve e passar tempo com o dragão feito de gelo - temído por todos, amado por Adara.


Quando seu tio, um cavaleiro do dragão em função do Rei, vem visitá-los traz consigo a terrível notícia do fortalecimento do inimigo na guerra e implora para que o pai de Adara fuja com as crianças para o sul. Apegado à sua terra e às doces lembraças, o homem se recusa a partir - para a felicidade de Adara que continua a fazer seus passeios entre as asas geladas de seu dragão, até que as tropas inimigas invadem suas terras.

Nesse livro, George R. R. Martin não fala apenas sobre a lenda de um poderoso dragão fala sobre as consequências que a falta de carinho paterno pode trazer a uma criança inocente que acaba carregando nas costas a culpa pela tragédia da família. Mostra como uma amizade pode mudar e aquecer um coração frio e sobre os sacrifícios que nos submetemos para ajudar aqueles com os quais nos importamos. E tudo isso com o toque dramático e a escrita espetacular de Martin, mas tenho que confessar que gostaria de ver o autor explorar mais a sua grande criatividade saindo um pouco desse mundo de gelo e fogo.

A edição da LeYa também fez jus à história, o trabalho gráfico final ficou fantástico e claro que tudo isso com a ajuda dos desenhos do artista espanhol Luis Royo, que tem um extenso portfólio de ilustrações voltadas para jogos, revistas e até mesmo CD's . Para quem quiser conhecer o traço de Royo e alguns desenhos de O Dragão de Gelo não deixe de visitar o seu site oficial e aproveite para conhecer os outros trabalhos do espanhol (que já adianto que são fascinantes!).







CONVERSATION

18 comentários:

  1. Não sabia que esse autor tinha um livro infantil. Aliás, sou uma das que está mais atrasada que o coelho da Alice - me julgue! Mas adoro fantasia, e essa parece muito legal. E pra completar é curtinha, né? Fiquei com vontade de ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babs, é o primeiro livro infantil dele! E cara, corre pra ler As Crônicas de Gelo e Fogo porque é o melhor livro de fantasia de todos os tempos (pelo menos na minha humilde opinião. E que o mestre Tolkien me perdoe).

      Excluir
    2. Estou ofendida pelo mestre Tolkien! humpf! >:(
      Brincadeira, preciso mesmo ler o Martin. Mas falta tempo e ânimo pra carregar aquele catatau debaixo do braço. Talvez eu deva comprar em ebook. :/

      Excluir
    3. Babs, essa série é uma ótima série para se ler em ebook. Eu já fiquei com o braço roxo de carregar o A Fúria dos Reis para cima e para baixo!

      Excluir
    4. a babimontec tem razão as cronicas de gelo é fogo é o melhor livro e na minha opinião nada humilde é o melhor livro existente. abraços e boa leitura, ah mais uma coisa acho que esse dragão de gelo é uma introdução ao dragão de gelo dos outros fui.

      Excluir
  2. Puts! Muito legal! Esses autores que conseguem atrair os públicos estremos é... incrível, incrível!

    http://www.escritordeconta.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MEU DEUS DO CÉU! ESCREVI EXTREMOS COM S. ninguém viu.

      Excluir
    2. Todos assassinamos o português uma vez ou outra hahaha ;p

      Excluir
  3. Fiquei com vontade de ler também! Já me animo por ser infantil, suponho que tenha menos decapitações etc. que ASOAIF, né? rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha com certeza tem menos decapitações!

      Excluir
  4. Olá,
    Tudo que o Martin escreve agora faz sucesso, não sabia que ele tinha esse livro infantil, mas parece ser, de fato, muito bacana. Adoro edições caprichosas e tenho certeza que a Leya fez um ótimo trabalho nessa!
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. A LeYa faz um trabalho super especial nestes livros históricos e fantásticos, eu adoro, mas ainda não tive a oportunidade de começar nenhum livro do tio George hahaha apesar de ter os livros em casa =p´

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joiii, não vou te julgar porque, né, olha o tamanho dos livros! E por isso eu ainda não li os últimos livros ~lançados ~ de As Crônicas de Gelo e Fogo. Mas valem MUUUUITO a pena ;)

      Excluir
  6. Oi Babi,
    tenho visto muitas críticas legais para esse livro... Gostei da tua resenha e só de lê-la já fiquei com pena de Adara :c
    O livro é de capa dura? Beijo,
    http://entreeleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessica! Não é de capa dura não, mas é um papel mais rígido ;)

      Excluir
  7. Como sempre, o senhor George Martin surpreendendo com a escrita,
    Adoro toda a Saga de Guerra dos Tronos!
    Sim, os livros e não a série!
    Espero que O Dragão de Gelo seja tão bom quanto. Me interessei bastante pela sua resenha.
    Parabéns!

    http://epilogosprologos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Nathalia! Espero que goste do livro ;)

      Excluir
  8. Esse livro se passa no mesmo universo das cronicas de gelo e fogo?

    ResponderExcluir

Voltar
ao topo