strong, b { font-weight: 700; } -->
--- menu fixo original ---

Falando de: Book Arts

Book Arts é o termo usado para falar de arte feita em livros. Muita gente que ama livros não gosta desse tipo de arte. Eu entendo, afinal, são livros que foram "destruídos". A minha grande contradição quando via esse tipo de arte é que eu morria de curiosidade para saber qual era o conteúdo daquele livro e, ao mesmo tempo, ficava fascianada com o trabalho minucioso do artista.

Mas minha paixão pelos livros e pelas histórias sempre falavam mais alto e eu me sentia como se tivesse vendo um crime hediondo. Só que, nesse ano - depois de ter que presenciar muitos sendo jogado no lixo -,  eu percebi que existem livros técnicos antigos que não serviriam tanto para os dias atuais. Por exemplo, quem é que lembra daqueles computadores antigos em que o teclado era acoplado ao monitor e tinha letras verdes em um fundo preto? Pois bem, agora imagina se alguém ainda consulta livros de programação para esse tipo de computador.

Meio difícil, certo? O livro acabaria sendo mais um pegando poeira e se deteriorando na prateleira de alguma biblioteca sem ter mãos curiosas para manuseá-lo. Então, por que não doar esses livros para que virem obras de arte? Acreditem, existem artistas que fazem trabalhos incríveis, como o britânico Thomas Whitman. O trabalho que mais gostei dele foi o Derailing my train of Thought (tradução literal: Descarrilando Minha Linha de Pensamento), que tem o detalhe das letras caindo do vagão do trem, dando a ilusão de que é o pensamento saindo dos trilhos, deixando de ter um sentido linear e adotando o sentido aleatório. Como quando estamos muito cansados e não conseguimos manter a cabeça focada em um só pensamento.




Veja todos os trabalhos do artista aqui.

Outro trabalho que gostei bastante foi o do canadense Guy Laramée, que basicamente retrata paisagens e montanhas. Muitos de seus trabalhos me lembraram os cenários dos filmes do Senhor dos Anéis. Laramée é um artista completo que chegou a atrabalhar como escritor e diretor de teatro, compôs músicas contemporâneas, entre muitos outros tipos de arte. Seu trabalho já passou pelos EUA, Bélgica, França, Alemanha, Suíça, Japão e até mesmo pela América Latina, como o México.


Veja mais trabalhos do artista aqui.

Mesmo você que leu todo esse meu blá blá blá e continua achando um absurdo tremendo fazer isso com um livro, vai ter que concordar que as artes feitas nos livros AutumnSpringSummer e Winter do autor Robert Mudie, publicados no século XIX, são incríveis e que você amaria ter em todos os seus livros! As telas pintadas nas bordas dos livros só podem ser vistas manuseando as folhas de uma forma específica. Atualmente, os livros se encontram na Universidade Iowa, nos EUA.



Espero que tenham gostado do post. Caso vocês queiram que eu fale um pouco mais sobre esse tipo de trabalho, trazendo mais exemplos, é só pedir! ;)
(qualquer coisa que vocês queiram que eu mostre no blog, é só pedir :p )

CONVERSATION

9 comentários:

  1. Oi, tudo bom?
    Passando para deixar um comentário rsrs
    É muito talento!
    Infelizmente eu não tenho esse dom :(
    Beijos*-*
    Território das garotas
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Poli, posso te chamar de Poli?
      Também queria ter um dom assim, mas só sei desenha bonecas com cabeções. Tipo aí do topo do blog hahaha

      Beijos!

      Excluir
    2. Pode sim! Hahaha.
      Isso são o que pessoas normais fazem, também só sei desenhar isso :(

      Excluir
  2. Super interessante o post.

    Adorei. Pode trazer mais sim! rsrsrs

    Beijos,
    www.livrosqueinspiram.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gente, que coisa mais linda <3 eu amo esse tipo de arte e tal que reutiliza livros que seriam esquecidos, queria ter um talento assim hahah
    Pode trazer mais disso sim heheh seguindo desde já c:

    xx
    http://theyoungcouture.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Muito legal mesmo, mas continuo achando absurdo! kk
    Eu não teria coragem, nem com os velhinhos... rs
    Ah, já saiu a resenha de Paixão Sem Limites no blog!
    Beijos.

    www.missthay.com

    ResponderExcluir
  5. Gente, estou impressionada com esses artistas!! O primeiro é realmente o mais incrível, o cuidado que esse artista tem com os detalhes é incrível. Eu não me sinto nem um pouco ofendida por esse tipo de arte hahah Acho que é tudo válido e, contanto que o artista faça isso com os livros dele e não com os meus, eu estou satisfeitíssima com as obras de arte criadas! hahaha Quer dizer, com exceção das pinturas feitas pelo Robert Mudie, claro, porque por essas aí eu pagaria para que fizessem nos meus =(
    Amei o post Babi, amei conhecer esses artistas!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Maravilhosas as artes dessas fotos, eu apoio esse tipo de arte se for usando livros esquecidos.
    Estou seguindo o blog, poderia retribuir? Sou nova por aqui.

    Beijos
    www.omundomitico.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Retribuido, Paula! Sucesso com o blog ;)

      Excluir

Voltar
ao topo